fancybox - Touch enabled, responsive and fully customizable jQuery lightbox script

Com média de R$ 17 mil, Leilão Prime Angus comercializa a elite genética da raça

A Casa Branca Agropastoril, de Paulo de Castro Marques (Fama, MG), a 3E Agropecuária, de Renato Ramires Jr (José Bonifácio, SP), e a Cabanha Terra Costa, de Marco Antônio Costa (Santo Antônio da Patrulha, RS), comercializaram em pista 20 fêmeas de elite e quatro prenhezes durante a 19ª Feicorte, em São Paulo (SP). Realizado na noite do último dia 19, o Leilão Prime Angus – Paixão por Excelência, sob o martelo do leiloeiro Aníbal Ferreira, da Remate Leilões, obteve média de R$ 17.335,00 por lote, entre matrizes e prenhezes.

Para Paulo de Castro Marques, proprietário da Casa Branca Agropastoril e presidente da Associação Brasileira de Angus, o resultado é positivo e reflexo do crescimento da raça na pecuária nacional. "A Angus hoje é uma raça consolidada no País, com grandes resultados produtivos na pecuária tropical. Um grande sinal disso é a grande venda que obtivemos neste remate", celebra Marques.

Principal raça taurina no País, a Angus tem se expandido cada vez mais para as regiões centrais do País. Segundo o proprietário da 3E Agropecuária, Renato Ramires Jr, impressiona a evolução do número de novos criadores investindo na raça. "A raça está em plena expansão e atrai a atenção de cada vez mais pecuaristas, ganhando ainda mais força com a adaptação às regiões mais quentes", ressalta Ramires Jr.

As médias ficaram em R$ 14.202,00 para as matrizes e R$ 33.000,00 para as prenhezes. O lote de maior cotação foi o número 01, com a prenhez de Três Marias 6990 Hornero com SAV Heavy Hitter, vendida pela Casa Branca Agropastoril para a Cabanha Terra Costa por R$ 52.800,00.